dimitte me

Aprendi que não importa o sítio onde eu esteja, porque tu vais estar sempre lá para me segurar. Não importa quanta dor eu sinta, quantas vezes me corte a carne e me rasgue o coração. A vontade de te amar, é maior que aquela que é a tua ausência. Por mais vezes que me recrimine por nunca nos termos despedido, por nunca te ter beijado a testa e por não ter partido no teu lugar, eu sei que jamais, volto a dizer, jamais, querias que tivesse sido eu no teu lugar. Não consigo imaginar quantas vezes a tua alma já chorou, por não puderes partilhar momentos presenciais connosco. Não consigo chegar ao limiar do teu pensamento e adivinhar pelo que estás a passar. Saber como estás. O que és. Só consigo imaginar o saltar da terra, o abrir do buraco. O castanho escuro de uma casa pequena e minúscula a aparecer. Aquela imagem, nunca me vai sair da cabeça. E por mais dores horríveis e desconhecidas me causem, o meu lugar era ali, naquela dia, naquela hora. Não podia desiludir-te. Não podia permitir-me a mais uma vez não me despedir de Ti. 

A dor que me causou, nunca vai ser explicada, nem pelos maiores especialistas à face da terra. Eras um corpo são, de carne e osso e só sobraram... ossos... meros ossos. Essa era a única coisa que eu tinha para me despedir de ti. Nunca me vou perdoar. Nunca nos vamos perdoar. Quem me dera ter-te encontrado em todos os meus sonos profundos depois daquele acidente, de todas as vezes em que estive entre a vida e a morte. Em todas as vezes que não me consegui levantar sozinha, segurar-me sozinha. Hoje, digo, e sei, que embora todas as histórias que eu desconheça, és o meu herói. Um homem como tu, nunca, jamais, se voltará a criar!



Observei o espaço vazio à minha frente e senti um espaço vazio dentro de mim e o pensamento que eu prenunciava gemia, ao de leve, na minha cabeça: eu nunca irei saber de quanto tempo disponho. Eram das duas, as lágrimas que eu mais chorava (…)


27 comentários:

*Moon* disse...

O teu pai deve estar muito orgulhoso da sua menina!

Bibiana Jesus disse...

esta lindo, esta espectacular, não existe vocabulário para exprimir esta tua publicação, quem foi a pessoa tenho a certeza que também sente muito a tua falta, e agora pensa que é mais uma estrelinha que brilha para ti !

Adriana Teles disse...

às vezes é preciso mudar :p

Adriana Teles disse...

tudo o que disseste é lindo e agradeço-te do fundo do coração. Mas, "letters for love", é uma história, é ficticio..

Adriana Teles disse...

Não és nada burra, é normal :)
Se estiveres interessada em ler tens no rodapé uma pagina que faz hiperligação. Chama-se "letters for love" :)

Sílvia Sampaio disse...

oh muito ,muito obrigada pelas tuas palavras. estás cheia de razão!
e mais um texto magnifico, escreves tão bem. mesmo sobre este assunto :)

Adriana Teles disse...

Sim, quero muito saber o que achas :)

maria. disse...

A mãe dele vai oferecer-lhe um carro, o pai... Bem, esse é apenas progenitor, nada mais. Ele pagou-me a carta, já me ofereceu imensas coisas, mesmo com algumas dificuldades que passou à uns tempos atrás, só lhe queria oferecer algo que lhe vai ser bastante útil, especialmente para fazer trabalhos como ele estuda, e o dele está mesmo a dar as ultimas. Eu tenho as minhas poupanças, mas quando alguém vê um jovem com tanto dinheiro fazem cara de desconfiados e assim, não quero ser olhada dessa maneira, por isso querer que a minha mãe vá comigo.

Sílvia Sampaio disse...

tenho a certeza que sim, a minha vida vai mudar a partir de agora mas vou fazer com que tudo corra bem :) sim e continua, porque o resultado é óptimo e se é sobre isso que te sentes melhor a escrever, força *

Bibiana Jesus disse...

não te preocupes, adoro vir aqui ao teu cantinho. e sem duvida que este teu post esta espectacular.

Adriana Teles disse...

é optimo ouvir isso, é sinal que escrevo bem xD ( não querendo ser convencida, pq nunca achei que fosse nada de especial)

Adriana Teles disse...

Que exagerada :o

Adriana Teles disse...

owe, que fofinha *-*

Adriana Teles disse...

da-me o teu mail sff, vou enviar-te uma parte do ultimo capitulo da história, pode ser ? para me dizeres o que achas..

Adriana Teles disse...

és uma fofa :)

Runaway disse...

Bem, finalmente consegui cá chegar. És aquela visita que me andava a deixar intrigado... ultimamente quase tudo o que me tem chegado dessa cidade me deixa tenso e desconfiado. Mas se vens em paz, és bem vinda.

Estou agora a chegar e a tentar perceber se esta história triste é ficção ou realidade. Triste é, sem dúvida e se for realidade, resta-me dizer que a vida continua. É triste vermos partir quem amamos, mas não podemos desistir de uma vida, por outra.

Adriana Teles disse...

Estou nervosa xD

Adriana Teles disse...

Que querida ! Achas que deva alterar algo ?

Adriana Teles disse...

fazes-me um favor ? olha, instalei a janela do msn no meu blog, podes enviar-me uma mensagem por lá para ver se funciona ? :$

Adriana Teles disse...

Vais lá e carregas, e ves se da xD
se não der diz-me por favor..

Adriana Teles disse...

este teu texto está lindo :p

Bibiana Jesus disse...

não te preocupes iras encontrar não só uma pessoa mas sim muitas pessoas com a mesma sequela que tu.
continua , continua mesmo , escreves coisas mesmo lindas !

Adriana Teles disse...

já estou a pensar nisso kkk (:

Pedacinhos de mim disse...

Que bom foi aqui passar e gostar tanto do que li. Certamente irei te acompanhar e continua a escrever assim. Um Beijo e vou-te seguir :)*

Pipo Santos disse...

Gostei imenso de ler o que li, identifiquei-me bastante! vou seguir o teu blog *

Pipo Santos disse...

Apenas gosto de me expressar, apesar de as vezes ser julgado por isso, mas não ligo, obrigado mesmo pela força! Valeu *

Parede Escrita disse...

Gosto muito da musica (: