o amor

Deves acreditar que o amor existe, quando mais nada fizer sentido. Quando o teu coração bater apenas e unicamente ao lado de uma e só pessoa, mesmo que estejas rodeado por uma multidão. Vais sentir o teu coração fechar as portas para todas as tentações e receios com outrem. Vais deixar de quebrar juras, e começar a consertar as que falhaste e a cumprir todas as que daí vieram. 

Vais deixar de sacudir lágrimas, porque alguém, em algum momento as vai limpar por ti. Vais, não querer quebrar-te em quatro para alcançares um abraço teu, mas sim tornar-te grande para que a outra pessoa possa abraçar-te até ao fim do mundo. Vais congelar de cada vez que tiveres que te encontrar com essa pessoa e todas as vezes que depois de um bom dia e um beijo, ele tiver que sair porta fora. Vais acreditar no amor, quando menos esperares e ele te bater à porta, como um lembrete de que o amor é a soma de todas as escolhas. Vais deixar de tocar num piano, ou numa viola, porque alguém vai saber tocar em ti, como se fosses uma melodia. Não vais precisar de decorar o cheiro do outro, porque vais acordar com ele, todos os dias bem entranhado nos teus lençóis.
Vais deixar de cozinhar só para ti, e passar a cozinhar para dois, e um dia para três ou quatro. Vais borratar-te toda, porque vai existir alguém que te vai encher de beijos e caricias no rosto. Vais querer ficar em qualquer lado, em qualquer lugar, apenas sabendo que o único lugar que falta é o dele, e se ele estiver ao pé de ti, melhor. Não tens de ir a lado algum.

...

5 comentários:

Afonso disse...

oh, muito obrigado !

*Moon* disse...

Lindo! Tens mesmo muito talento! ;)

Parede Escrita disse...

Muito bom (: tens toda a razão ;p

Shoaib disse...

love to play ..:) can we follow each other..?

Shoaib disse...

i am your follower now.