# 36



"Você nunca deixa de sentir a perda. 
É o que faz as coisas tão agridoces.
Deixamos pequenas partes de nós para trás.
Lembranças.
Uma vida cheia de memórias.
Fotos. Quinquilharias. 
Coisas para sermos lembrados.
Mesmo quando nos formos. "

13 comentários:

Sofia Duarte disse...

Um dia terás essa sorte querida, eu acredito*

Sofia Duarte disse...

Depende muito das pessoas, eu não gosto mesmo do Stefan :p

Pedacinhos de mim disse...

Há coisas que simplesmente nunca se apagam, nunca se esquecem. Isso é o preço de momentos marcantes, de pessoas cativantes e de sentimentos que ficam ancorados a nós. Mais uma vez gostei de aqui passar.
Um Beijo e bom fim-de-semana :)

Ligações disse...

Ás vezes esse é o nosso erro, deixarmos pedaços de história para trás, tanto nos pode dar força ou destruir amanha.

Ana disse...

A sério? Então tens aquilo que considero bom gosto musical :b
Vou seguir o teu blog porque pelos vistos ainda não seguia :)

Ovelha Flor Guerreira disse...

Não te quero surpreender...só quero dizer-te que não me imagino a viver sem memórias...é algo de tão extraordinário!!!

nicolemorais disse...

que verdade!

Happy Hippie disse...

Assim que houver, vai-se logo notar!

MaGu disse...

gostei. é verdade.

joana disse...

o pior é que eu sei que se ele voltar eu vou perdoa-lo :s

Luísa Abreu disse...

Este poema é lindissimo :o
Sou mesmo, e tu és de que signo?

Lau Figueiredo disse...

Adorei a imagem e o texto! Muito bom.

Nix disse...

Lembranças são tudo o que temos por vezes.