Eu vou viver, querendo vida.



"Hoje eu acordei com vontade de ser ninguém. Com o gosto amargo de quem deixa a vida passar. Levantei da cama e senti o peso de três mundos nas costas e voltei a deitar. Ignorei meus compromissos como qualquer um que ignora o canto da rua que contém um mendigo pedindo dinheiro. Ignorei meus impulsos de tentar e os de desistir – fui nada por um dia. A vida que me chuta o estômago me convida para viver, cê acredita? Sei que sim, e que é assim com você também. Por um dia eu quis ser arrastada pelas horas até chegar em outro mês, outro ano, outra vida. Eu quis voltar pro útero e ficar por lá. A gente sofre com o sofrimento e se cobra por estar sofrendo. A gente se condena porque precisa de um dia desses para ser nada. Todos os dias eu acordo às sete da manhã para ser alguém. Uma filha, uma amiga, uma funcionária, uma estudante, uma namorada. E cada uma delas chega cansada no fim do dia; com o peso de não ter conseguido o que queria, por ter feito o que não devia, por não ter falado o que realmente importa, por ter pensado demais ou de menos. Todos os dias eu volto para casa sobrecarregada de mim, na alma e no corpo. Mas para cada desejo de desistir de ser alguém existe uma vontade ainda maior de ser o dobro do que já sou. Duas vezes namorada, duas vezes filha, duas vezes amiga. E voltar para casa no fim do dia duas vezes mais cansada, porque vale a pena. Viver não é leve como dizem - ou você vive e carrega quem você é ou passa a vida sendo ninguém mas querendo ser alguma coisa. Eu decidi que apesar do peso de três mundos nas minhas costas eu não vou desistir de ser quem eu sou. Eu não vou frear meus sonhos nem ignorar meus medos. Porque se dez vezes eu cheguei no fundo do poço, onze vezes eu descobri como é bom alcançar a superfície novamente. E mesmo que doa, que canse e que me deixe sem fôlego a ponto de tirar um dia só para ser ninguém, eu vou continuar vivendo. E eu não vou me condenar por querer desistir, porque mais forte do que aquele que nunca pensou em abandonar o barco é aquele que já quis se deixar afundar, mas quando percebe já está remando de novo. Querer viver e não conseguir é igual a viver sem querer. Então eu vou acordar amanhã e, apesar do gosto amargo e do peso das costas, eu vou viver querendo vida."

12 comentários:

OrquideaBranca* disse...

R: eu adorei panquecas xD é para repetir :P

Íris disse...

está bem assim mas tenho medo que vocês (seguidoras) se cansem dele assim :\

Íris disse...

pois és como eu! também não percebo nada daquilo :D

Lady Nini disse...

Acho que nunca devemos desistir de lutar! :D
Adorei a foto!
Tem uma boa semana, querida.
Beijinhos***

OutraMaria disse...

palavras sábias... tambem tem dias assim que quero ser transparente, passar despercebida e voltar ao meu casulo sem ninguem perguntar por mim. Hoje é um desses dias, em que sofro em silencio por dentro mas por fora tenho de deixar a imagem de uma fortaleza...pois a vida tem de ser levada seja boa ou má. beijinho

Daniela Castro disse...

Que lindo *.*
E que todos os dias, seja um novo dia para ti e que tenhas sempre essa ousadia e perseverança de "subir o poço" e voltar a tentar! Um dia, terás tanta vida quanta aquela que em tempos te caracterizou :)

Sentada na ponta da lua disse...

Gosto do teu blog e das palavras que seleccionas... apenas me entristece esta copia de textos sem sequer referir a sua origem. Desculpa a frontalidade, mas sou assim. Este texto por acaso surgiu num blog que sigo: Palavras bruscas.
Beijinhos

catarina disse...

Gostei. O importante em viver é a maneira como o fazemos.

catarina disse...

Gostei. O importante em viver é a maneira como o fazemos.

Rosie disse...

adorei. adorei e repensei principalmente nas ultimas palavras do texto "eu vou viver querendo vida". acho que até agora, tudo aquilo que já vivi, não foi da forma que queria viver.
Simplesmente fui vivendo, da forma que a vida me permitia.

Com carinho,
Rosie ♥

Lady Nini disse...

Obrigada! Es uma querida.
Vive sempre querendo vida! :)
Beijinhos***

Joana disse...

"A gente sofre com o sofrimento e se cobra por estar sofrendo."

adorei, adorei mesmo. encaixa-se perfeitamente no momento da minha vida.