um sonho para Ti



Se fosses um sonho, serias o mais bonito, o mais aprazível. Já imaginaste? O sonho da minha vida! Mas não. És uma memória, envolvida num invólucro, um revestimento induto, amassado sem rasgos, amarrotado e esmagado com as passagens do tempo. Como a pétala de uma rosa, fechada e reclusa daquele velho e antigo livro, gasto e perdido, naquela estante de doces e amargas recordações. Não, não é uma memória que esmoreça, definhe, desmaie ou enfraqueça; o que enfraquece é o aroma, o bálsamo do teu cheiro de ascendente e o som dissipado e desbaratado da tua voz que o tempo engoliu, desfez e absorveu. Sinto a garganta queimar, é como se o meu coração soltasse fogo, ardor àquilo que insistes em apagar de mim. Sei que me causa sofrimento, mas a tua lembrança… a lembrança daquilo que fomos, ainda pode ser parte de um sonho. Um sonho que nunca foi. Mas que quero acreditar e desejar que um dia fomos parte. De todo um tempo que não pudemos viver. E apesar de tudo, eu vou fazer de ti o meu sonho. Um sonho de mim, para ti, pai.

7 comentários:

Will, Salvador Will disse...

E eu saudades de cá vir tambem, mas infelizmente tenho andado um bastante ausente da blogosfera :s
Mas pelos vistos continuas escrever lindamente :)
Um grande beijinho e continua a escrever, que eu irei fazer um esforço para voltar ;p

Sónia disse...

Que lindo!
Essa lembrança pode esmoreçer, mas ficará ai sempre, no teu coração :)

Sofia disse...

Tens um selo no meu blog princesa (:

Sofia disse...

O que importa é que voltaste para o cantinho ! Oh nao tens que agradecer :)

Pequeniña disse...

Lindo, para não variar :)

Knight disse...

lindo lindo lindo

Joana disse...

simplesmente adoro os teus textos